ESTIRAMENTO OU ROMPIMENTO DE LIGAMENTO CRUZADO REQUER CIRURGIA NA MAIORIA DOS CASOS

Neste artigo falarei sobre a lesão de ligamento cruzado anterior (LCA), como é o tratamento e qual o tempo de recuperação. Abordarei também as diferenças entre o LCA e o ligamento cruzado posterior (LCP). Para você entender melhor, vamos ver um pouco da anatomia do joelho? Afinal, é uma das estruturas do corpo que mais sofre lesões durante as práticas esportivas.

O complexo articular do joelho é o maior de todos do corpo humano. Ele é formado pelo encontro de três ossos: o osso da coxa (fêmur), o osso da perna (tíbia) e a rótula (patela) que fica na frente da articulação, para protegê-la. Do lado externo temos um osso longo e fino (fíbula) que, apesar de estar ligada a articulação do joelho, não participa dos movimentos do mesmo.

Os ossos são conectados entre si por meio de quatro ligamentos que dão estabilidade ao joelho, mantendo-os unidos e impedindo movimentos indevidos: 2 ligamentos laterais e 2 ligamentos cruzados internos.

ilustração da anatomia do joelho, mostrando ligamentos cruzados

Figura 1: Ligamentos laterais: 1) colateral medial, lado interno 2) ligamento colateral lateral, lado externo. Dão estabilidade lateral ao joelho. Ligamentos cruzados internos: 1) ligamento cruzado anterior 2) ligamento cruzado posterior. Se encontram no centro do joelho e dão estabilidade aos movimentos de flexão e extensão.

Como é possível ver na figura acima, os ligamentos no interior do joelho se cruzam formando um “X”, daí a origem do nome “ligamento cruzado”. As lesões nesses ligamentos vão desde um estiramento leve, uma ruptura ligamentar parcial até mesmo uma ruptura total.

LESÕES DE LIGAMENTO CRUZADO

As lesões do LCP, são raras e quando acontecem, estão ligadas a traumas de alta intensidade, como quedas de grandes alturas, acidentes automobilísticos ou motociclísticos, prática de lutas e esportes de alto impacto como MMA e rúgbi.

Lesões no ligamento cruzado anterior, ou LCA, são mais comuns e podem ser causadas por vários motivos, dentre os quais destacamos:

– Desaceleração rápida durante uma corrida;

– Mudança de direção repentina ao andar, correr, patinar, etc;

– Posicionamento inadequado dos pés ou pernas após um salto;

– Contato direto ou colisão durante uma atividade ou prática de esporte coletivo.

As lesões de LCA ocorrem quase sempre durante uma atividade física e predominantemente em pessoas jovens e ativas, sendo mais comuns entre mulheres do que homens.

SINTOMAS, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO PARA LESÕES DE LCA

O sintoma mais comum é a perda da estabilidade do joelho, que geralmente é acompanhada de dor aguda e a queda da pessoa. Muitos pacientes relatam ouvir um estalido após uma entorse. O ideal é procurar um médico o mais rápido possível, o qual examinará o local e pedirá exames de imagem para efetuar o diagnóstico.

Veja como é feito o teste de Lachman para detectar uma lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho (21s).

imagem lesão do Daniel Alves no PSG

Jogador Daniel Alves caído no gramado segurando o joelho direito onde sofreu a lesão de ligamento cruzado anterior (LCA). Crédito Imagem: AFP PHOTO / FRANCK FIFE

Um estiramento menos complexo, como acreditou-se inicialmente ser o caso do Daniel Alves, pode ser tratado de forma conservadora visando a analgesia e a estabilização da dinâmica do joelho por meio de fisioterapia ou algum treino funcional. Dependendo do paciente, mudanças no estilo de vida podem ser necessárias para a diminuição de sobrecarga no joelho.

No entanto, na maioria dos casos de rompimento parcial ou total do LCA, a indicação é o tratamento cirúrgico. 

DICAS PARA EVITAR LESÕES DE LCA

– Faça exercícios para fortalecer e apoiar os ligamentos cruzados, como agachamentos, flexões de coxa e de panturrilha;

– Aqueça e faça alongamentos antes de praticar atividade física;

– Mantenha uma postura adequada durante as atividades físicas e certifique-se que está correndo ou andando corretamente;

– Durma o suficiente, pois isso permite a recuperação dos ligamentos após exercícios físicos;

– Procure manter uma dieta adequada e um peso corporal que não coloque pressão extra sobre os ligamentos cruzados;

– Hidrate seu corpo.

exercicio de alongamento para lesão do ligamento cruzado anterior

Como viram, ao contrário das lesões do LCP, as de LCA são relativamente comuns, e tanto os tratamentos conservadores como os casos cirúrgicos são eficazes. O maior desafio enfrentado pelos profissionais de alto rendimento, como o caso do Daniel Alves, é o longo tempo de recuperação pós-cirúrgico.

Vamos torcer para que Daniel se restabeleça o quanto antes e continue sua carreira vitoriosa. Torçamos também para que Neymar, Thiago Silva, Firmino, …. enfim, nenhum outro jogador da seleção sofra qualquer tipo de lesão. E, que o Brasil seja hexa e nos traga a tão sonhada taça!

 

Fonte:

PINHEIRO, Ana; SOUSA, Cristina Varino. Lesão do Ligamento Cruzado Anterior. Rev. Port. Ortop. Traum.,  Lisboa ,  v. 23, n. 4, p. 320-329,  dez. 2015 . Disponível em <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1646-21222015000400005&lng=pt&nrm=iso>. acessos em  23 maio 2018